5 de fev de 2010

Segundo médico, ato de cabecear uma bola pode ser mortal para Cabañas.

0
Salvador Cabañas se recupera bem da cirurgia à qual foi submetido após ter sido baleado na cabeça em uma bar da Cidade do México na semana passada. Enquanto o paraguaio luta por sua vida, muitos já cogitam que ele possa voltar a jogar futebol. No entanto, o cirurgião chileno Gustavo Somoza, amigo de Ernesto Martínez, médico que operou o jogador, alerta que um simples cabeceio poderia ser mortal para ele.



- A bala está alojada em uma parte do cérebro onde há muitas veias, atuando como uma espécie de tampão. Se ele der uma cabeçada, existe a possibilidade de que a bala se desloque e provoque uma grande hemorragia, e isso seria mortal - disse (No vídeo acima, confira uma entrevista do médico da seleção paraguaia sobre o caso Cabañas).

Em declarações ao jornal chileno “Las Últimas Noticias”, reproduzido pelo espanhol Marca, o médico explicou a gravidade da situação:

- Não é uma lesão cerebral em si mesma, é uma sequela. As probabilidades são altas e isso poderia impedi-lo de jogar futebol. Ele foi operado, e toda intervenção craniana pode desencadear uma meningite, sobretudo se é um ferimento de bala, que é um corpo externo. Uma coisa é poder conversar e outra é ter bons reflexos, uma reação importante para poder coordenar, jogar com o companheiro. Teria que pensar bem se poderá voltar a jogar futebol.

Fonte: G1

0 Responses to "Segundo médico, ato de cabecear uma bola pode ser mortal para Cabañas.":

Postar um comentário

 
Copyright 2010 Marcelo Sports